Pense Melhor Antes De Falar Mal De Um Pastor

11/06/2014 | Por:  |

Como foi o seu último domingo?

Provavelmente você deu atenção à sua família, descansou e arrumou suas coisas. Mas, você sabia que esse é o dia que o pastor mais trabalha?

Você tem dormido bem suas noites?

Muitos pastores sacrificam suas madrugadas por anos, em vigílias e nas programações de rádio e TV para ajudar pessoas aflitas.

Como foram suas últimas férias?

Hum… Visitou seus parentes, conheceu novos lugares e dormiu até tarde.

O pastor da Universal não tem férias. Ele passa meses e anos seguidos dedicando-se à sua vocação: ganhar almas.

Quando foi que você parou horas para ouvir problemas de uma pessoa desconhecida?

O pastor faz isso todos os dias. Inclusive, atende e cuida de pessoas até com doenças contagiosas.

Você escolhe sua cidade para morar e seu clima preferido.

O pastor é capaz de morar feliz em uma metrópole, em um vilarejo no sertão ou em uma cidade ribeirinha da Amazônia. Às vezes, está trabalhando em um bairro nobre, outras vezes em uma comunidade violenta.

Em um único dia, ele ora abençoando uma pessoa feliz porque vai se casar, mas também sofre com a outra que chega angustiada por ter acabado de perder um familiar.

O tempo todo ele tem sua mente absorvida sobre o que pode fazer mais para abençoar o povo. Sobe no altar consciente que corre riscos de ser mal interpretado, julgado e criticado.

Parar um pastor para fazer um check-up é uma luta, pois ele é capaz de sacrificar até sua saúde para trabalhar.

Vejo pessoas intituladas “evangélicas” tão sem temor e mal educadas em suas colocações, principalmente contra homens de Deus!

Não posso deixar de fazer uma pergunta: onde vocês estavam quando esse jovem homem teve coragem para largar tudo – seus estudos, seu futuro e sua família?

Onde vocês estavam enquanto ele fazia um culto seguido do outro, em coreto, praças, presídios, comunidades, etc?

Onde vocês estavam quando ele teve fé de largar o seu país e ir para o outro lado do mundo sem ao menos falar o idioma?

Antes de falar mal ou zombar de um pastor, que tal pensar nisso?

Normalmente, essas críticas vem de quem dedica o tempo inteiramente a si mesmo.

Quando você achar seu pastor ineficiente em alguma coisa – pois afinal todos somos – que tal orar por ele? Porque, com certeza, ele ora mais por você ( pelo povo) do que por si mesmo.

Como eu, imagino que você já deve ter ouvido isso também, não é?

Até a próxima semana!

Siga a minha pagina no Facebook.

Siga me no TWITTER

822c06f8d8951ed55441f58c866cb446